Pages

Ads 468x60px

.

sábado, 20 de março de 2010

Sedentarismo não está ligada à voce!




Dentre as muitas vozes que combatem o sedentarismo, no Brasil, estão a Associação Brasileira de Qualidade de Vida e a Sociedade Brasileira de Cardiologia. Voce não depende deles e sim da sua vontade de começar a atividade física, voce por voce.


Sem dúvida alguma, um dos maiores males da sociedade moderna é o sedentarismo. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), "o sedentarismo vem crescendo de forma alarmante no mundo inteiro, deixando de ser uma preocupação meramente estética para se transformar num problema grave de saúde pública, numa epidemia global". Segundo dados da OMS, 70% das pessoas, em todo o mundo, são sedentárias e estão sujeitas a desenvolver doenças cardíacas, diabetes e obesidade. A falta de atividade física é responsável por 54% do risco de morte por enfarte, 50% por derrame cerebral e 37% por câncer.


As inovações tecnológicas do século XX alteraram o ritmo de vida das pessoas, tornando-as mais sedentárias, praticamente eliminando do cotidiano o exercício físico realizado de forma natural. "O resultado disso é o aumento de doenças crônicas como a hipertensão arterial, a obesidade, a elevação do colesterol, o diabetes, a ansiedade, o infarto do miocárdio", afirma a endocrinologista Ellen Simone Paiva, diretora do Citen, Centro Integrado de Terapia Nutricional.


É claro que o aumento dessas doenças não está relacionado apenas à ausência de exercícios físicos, e, sim, a todo o estilo de vida do homem moderno. Entretanto, a prática de atividades físicas age de maneira preventiva. E é a própria OMS que recomenda que para fugir das estatísticas do sedentarismo, o ideal é inserir a atividade física em quatro campos das atividades diárias: no trabalho, no lazer, nos trabalhos domésticos e no transporte.


Exercícios como subir escadas ao invés de utilizar elevadores, ou ir caminhando para o trabalho e pedalar no final do dia estimulam o bem estar físico e mental, diminuindo em 50% o risco dos males ligados ao sedentarismo. "Além de colaborarem também com a redução da incidência da hipertensão, do estresse e da depressão", diz Ellen Paiva.


PROBLEMAS CAUSADOS PELO SEDENTARISMO:

• Obesidade;

• Perda da massa muscular;
• Cansaço;
• Baixa resistência orgânica;
• Dores articulares;
• Dores musculares após o esforço;
• Pressão alta;
• Alto nível de stress;
• Doenças cardíacas;
• Má postura.


NÃO AO SEDENTARISMO

A idéia de que sedentário é quem não está treinando, todos os dias, numa academia é equivocada. Basta um pouco de motivação e determinação para cuidar melhor da própria saúde, prevenindo o aparecimento de doenças. Como promessa para 2007, retomamos a dieta, a ginástica, as caminhadas... Devemos, agora, saber o que comer antes e depois de terminar os exercícios. "A maior fonte de energia para o trabalho muscular, durante o exercício físico, é proveniente do carboidrato", afirma a endocrinologista Ellen Simone Paiva.



Durante a prática de exercícios, a utilização dos nossos estoques hepáticos de glicose determina perda de até 50% da reserva de glicose na primeira hora. "A utilização dessa fonte de energia também ocorre durante as nossas atividades da vida diária, inclusive no repouso noturno, o que determina grande perda noturna da glicose do fígado e a necessidade de nos alimentarmos pela manhã, antes da ginástica", diz a médica.


Se o maior substrato para o exercício e para a manutenção da atividade cerebral é a glicose, nada mais óbvio do que utilizá-la antes da malhação. "Isso poderá evitar os sintomas nada agradáveis da hipoglicemia - baixa de glicose no sangue - caracterizados por mal estar, sudorese fria, palidez cutânea, tremores, palpitações e o vexame de um desmaio durante os treinos", explica Ellen Paiva. Muitas vezes, os sintomas são mais sutis, como cansaço físico, baixo rendimento na ginástica e dores de cabeça.


O PÃO É UM ALIADO!

A melhor forma de ingerir carboidrato é aquela em que as inúmeras moléculas de glicose são ligadas entre si em uma longa cadeia, produzindo um carboidrato complexo ou amido na forma de pão. "Isso mesmo! O pão é o melhor alimento para garantir nosso substrato de glicose quando vamos nos exercitar", afirma a nutricionista do Citen, Amanda Epifanio. Não adianta comer uma banana e ir para a academia. A diferença básica é de que no amido, as moléculas de glicose são liberadas para o sangue de maneira lenta e gradual, garantindo um suporte energético estável e contínuo, ao passo que os carboidratos das frutas são basicamente frutose e sacarose, carboidratos de liberação rápida



Logo, quando praticamos uma atividade física simples, devemos fazer um lanche com duas ou três fatias de pão integral e laticínios magros como queijo branco light ou embutidos magros, como o presunto de peru ou a blanquette de peru, pois a adição desse componente protéico permite que a absorção do carboidrato seja mais lenta para adequar a oferta de energia durante todo o tempo de atividade física. "À medida em que nossa atividade física vai se tornando mais intensa, precisamos também de uma dieta mais elaborada e de uma suplementação de carboidratos, caso dos atletas que participam de corridas de longa distância e de maratonas, mas nunca de suplementos protéicos ", ressalta Amanda Epifanio.


HIDRATAÇÃO É FUNDAMENTAL


Além das medidas dietéticas, a hidratação antes e durante os exercícios físicos, proporciona a reposição da água perdida durante os mesmos, impedindo a desidratação e a perda eletrolítica. Nos casos simples, pode ser feita com água potável, podendo ainda se utilizar líquidos isotônicos, observando os cuidados na quantidade calórica ingerida, calculando-se esse percentual na dieta do atleta.


"Quando a pessoa consegue se alimentar corretamente antes da ginástica e consegue ainda boa hidratação durante a realização dos exercícios, sua próxima refeição pode ser no horário habitual da dieta", afirma a nutricionista do Citen. Melhor ainda seria deixar uma ou duas porções de frutas para o final da ginástica. Além de hidratar, elas garantem suprimento de frutose, sacarose e eletrólitos que recompõem, com muita propriedade, as forças do atleta.


ALIMENTAÇÃO BALANCEADA


Uma alimentação balanceada ainda é a mais segura e eficiente forma de atender à demanda das pessoas dispostas a praticar atividades físicas, "pois possibilita ao atleta a oportunidade de alcançar condicionamento físico, melhorar seu desempenho, aumentar sua massa muscular e, ainda, o auxilia a atingir e manter o peso ideal", reforça Ellen Paiva.


BENEFÍCIOS DA PRÁTICA DE EXERCÍCIOS:

• Aumento da eficiência cardíaca e pulmonar;

• Melhora do colesterol;
• Diminuição da pressão sangüínea;
• Eficiente redução e manutenção do peso;
• Ossos mais fortes;
• Pele saudável;
• Aumento de desempenho;
• Melhora da auto-imagem;
• Redução da ansiedade.







Agora vamos começar a movimentar esse corpo buscando saúde e disposição para cada vez mais intensificarmos as atividades. Ninguém fará isso por voce, depende exclusivamente de voce, é só começar!

4 comentários:

  1. Ótimo post, vou começar a me mexer!

    ResponderExcluir
  2. estou sempre me mexendo... post legal, estou seguindo vc aki e no dihitt

    ResponderExcluir
  3. obrigado! que essa msg sirva de motivação para muitas!

    ResponderExcluir